25 de out de 2008

Era uma vez...

um sonho... O sonho de manter acesa a chama vibrante, intensa e colorida da infância. A pureza, a ousadia e o espírito quase selvagem dos primeiros anos nos marcam de forma indelével por toda a existência... É como se esse período fosse comandado pelo ritmo de um relógio cujos ponteiros marcam só diversão e alegria... Um tempo cujo cheiro, gosto, cor e som continuamos perseguindo, de forma consciente ou incosciente, por toda a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário