24 de abr de 2009

Rifa-se um coração





Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque
que insiste em pregar peças no seu usuário.

Rifa-se um coração
que na realidade está um pouco usado, meio calejado,
muito machucado e que teima em alimentar sonhos
e cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente
que nunca desiste de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração
que acha que Tim Maia estava certo quando
escreveu...
"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero, é isso que eu
espero...".
Um idealista...
Um verdadeiro sonhador...

Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre viva a esperança de ser feliz,
sendo simples e natural.
Um coração insensato
que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida
que vive procurando relações e emoções verdadeiras.

Rifa-se um coração
que insiste em cometer sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Tantas vezes impulsivo.

Rifa-se este desequilibrado emocional
que abre sorrisos tão largos
que quase dá pra engolir as orelhas,
mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado,
ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes.

Um órgão abestado
indicado apenas para quem quer viver intensamente
contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida
matando o tempo,
defendendo-se das emoções.

Rifa-se um coração
tão inocente que se mostra sem armaduras
e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá o seu usuário dizer para São Pedro
na hora da prestação de contas:
"O Senhor pode conferir.
Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco coração de criança
que insiste em não endurecer
e se recusa a envelhecer"

Rifa-se um coração,
ou mesmo troca-se por outro
que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão mais fiel ao seu usuário.
Um amigo do peito que não maltrate tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.

Rifa-se um coração cego, surdo e mudo,
mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras que ainda não foi adotado, provavelmente, por se recusar
a cultivar ares selvagens ou racionais,
por não querer perder o estilo.

Oferece-se um coração vadio, sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento
até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos
que mesmo estando fora do mercado,
faz questão de não se modernizar,
mas vez por outra, constrange o corpo que o domina.

Um velho coração
que convence seu usuário a publicar seus segredos
e a ter a
petulância de se aventurar como poeta

(Clarice Lispector)

23 de abr de 2009

Estou sentindo falta

Estou sentindo falta de um romance em minha vida,
Estou sentindo falta de pensar em alguém com carinho
Estou sentindo falta de ter alguém do meu lado
Estou sentindo falta de saber que alguém me quer bem
Estou sentindo falta de querer ouvir a voz dele
Estou sentindo falta...
Estou sentindo falta, de quando ao acordar lembrar de alguém e sorrir sozinha
Estou sentindo falta de querer que o tempo corra para com ele encontrar
Estou sentindo falta daquilo que tive por tão pouco tempo,
E que não imaginava que era tão bom
Estou querendo que alguém sussurre em meus ouvidos palavras de carinho
Não, talvez eu não o queira,
Estou querendo alguém que me trate da maneira como ele me tratava
Estou querendo alguém que me olhe, que me toque, que me beije, que me escute da maneira como ele fazia
Estou sentindo falta de sentir saudades de alguém
Estou sentindo falta de saber que alguém está pensando em mim!
Estou mesmo sentindo falta de mim, e de como eu era quando eu o tinha do meu lado.
Na verdade não é dele que eu sinto mais falta e sim das coisas que nós fazíamos juntos
Dos pensamentos que tínhamos iguais
Nas nossas conversas na hora do almoço, das nossas conversas com olhares
Dos nossos encontros à noite, da saudade que eu sentia quando não o via
E do prazer que ele me dava,
Quando com muita vontade me abraçava, me beijava infinitamente...
Estou sentindo falta dos detalhes, das palavras, dos olhares
Estou sentindo falta de não invejar os casais que passam ao meu lado sorrindo
Nem sei se estou querendo muita coisa,
O que eu queria mesmo é que alguém me fizesse feliz da mesma forma como eu estava!
Será que é tão difícil assim?
Será que um dia eu vou conseguir?
Algumas pessoas nascem para amar e outras nascem para viverem sozinhas e amar apenas o mundo
Eu me sinto no segundo grupo, como uma poetisa solitária
Não é à toa que dizem que a solidão é o fim dos que amam
Acho que o meu destino será sempre sentir falta, sentir sempre aquele vazio...
Há um vazio, uma falta dentro de mim...
Estou sentindo muita falta de uma alegria que não tem fim!!!
(Autor desconhecido)


Encontrei por acaso esta mensagem... mas podia muito bem ter sido eu a escrevê-la... parece que desvendaram meus sentimentos de hj. Amanhã será outro dia, e tudo pode acontecer.

Enquanto...




Enquanto não superarmos
a ânsia do amor sem limites,
não podemos crescer
emocionalmente.

Enquanto não atravessarmos
a dor de nossa própria solidão,
continuaremos
a nos buscar em outras metades.
Para viver a dois, antes, é
necessário ser um.
(Fernando Pessoa)

20 de abr de 2009

Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.
(Pablo Neruda)

19 de abr de 2009

Do seu lado

Faz muito tempo
Mas eu me lembro
Você implicava comigo
Mas hoje eu vejo
Que tanto tempo
Me deixou muito mais calmo...

O meu comportamento egoísta
O seu temperamento difícil
Você me achava meio esquisito
E eu te achava tão chata
Eh!...

Mas tudo que acontece na vida
Tem um momento e um destino
Viver é uma arte, é um ofício
Só que precisa cuidado...

Prá perceber
Que olhar só prá dentro
É o maior desperdício
O teu amor pode estar
Do seu lado...

O amor é o calor
Que aquece a alma
O amor tem sabor
Prá quem bebe a sua água...

Eh!
E hoje mesmo quase não lembro
Que já estive sozinho
Que um dia seria seu marido
Seu príncipe encantado...

Ter filhos, nosso apartamento
Fim de semana no sítio
Ir ao cinema todo domingo
Só com você do meu lado...

Mas tudo que acontece na vida
Tem um momento e um destino
Viver é uma arte, é um ofício
Só que precisa cuidado...

Prá perceber
Que olhar só prá dentro
É o maior desperdício
O teu amor pode estar
Do seu lado...

O amor é o calor
Que aquece a alma
O amor tem sabor
Prá quem bebe a sua água...
(J Quest)

18 de abr de 2009

É isso aí!

É isso aí!
Como a gente achou que ia ser
A vida tão simples é boa
Quase sempre
É isso aí!
Os passos vão pelas ruas
Ninguém reparou na lua
A vida sempre continua

Eu não sei parar de te olhar
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não sei parar
De te olhar

É isso aí!
Há quem acredite em milagres
Há quem cometa maldades
Há quem não saiba dizer a verdade

É isso aí!
Um vendedor de flores
Ensinar seus filhos a escolher seus amores

Eu não sei parar de te olhar
Não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não vou parar de te olhar
(Ana Carolina)

9 de abr de 2009

recados para orkut

Mais importante...

Muitas vezes ficamos tristes porque gostaríamos de dar um grande presente à alguém especial. Nesta época, quando se fala muito em chocolate, gostaria de poder distribuir muitos chocolates para todas as pessoas que gosto.
Mas parei para refletir, e lembrei do que ouvi outro dia: "Mais importante do que dar o que temos, é dar o que somos."
Mais importante do que um monte de chocolate, é você se doar para aqueles que ama. Dar afeto, carinho, amor... é fazer com que as pessoas saibam que, aconteça o que acontecer, você está ali, de braços abertos, pronto para o que der e vier.
Mais importante, é respeitar a outra pessoa, é aceitar seus defeitos e qualidades, e ainda assim, continuar ao seu lado. Estar ao lado de alguém, não significa necessariamente estar fisicamente junto, podemos estar juntos em pensamento e de coração. Quando o sentimento é verdadeiro, a distância não importa.
Seja amiga(o), companheira(o), solidária(o)... e a vida lhe retribuirá na mesma proporção.

5 de abr de 2009

Eu, visto pelo outro...

"Eu, visto pelo outro, nem sempre sou eu mesmo. Ou porque sou projetado melhor do que sou, ou porque projetado pior. Não quero nenhum dos dois. Eu sei quem eu sou. Os outros me imaginam."