13 de dez de 2009

A verdade

A vida, as pessoas... é tudo muito contraditório.
Li, que antes de falarmos a verdade para alguém, devemos analisar se esta pessoa está preparada para ouvir esta verdade. É engraçado perceber que a maioria das pessoas luta por uma verdade, pela sua verdade, mas quando alguém concorda com elas, ficam surpresas, e chegam até mesmo a interpretar mal. Como assim? Não quer que alguém concorde com vc? Não é por isso que luta, que briga contra tudo e contra todos?
Pois é, quando concordei com alguém, tão surpreendente quanto foi para a pessoa constatar que alguém concordava com ela, tanto mais foi para mim, perceber que a pessoa ficou sem graça, quando eu, com toda a sinceridade que me é peculiar, lhe falei o que pensava.
Não entendi nada, e acho que vou ficar sem entender, porque as pessoas são muito complicadas e contraditórias. Mas o pior de tudo (para mim), é que a verdade, aquilo que acredito, grita dentro de mim e me sinto compelida a falar. Claro que procuro escolher o momento certo, tento não ofender, e normalmente só falo quando é para elogiar e incentivar. Mas as pessoas não estão acostumadas com isso.
Percebi que corro o risco de ser tomada por alguém que quer "puxar o saco" ou tirar vantagem. Mas não é verdade, até mesmo porque, para mim, quem "puxa saco" é aquele que não tem competência.
Enfim, acho que não vou mudar. Me conter... talvez...

"Há triunfos que só se obtêm pelo preço da alma, mas a alma é mais preciosa que qualquer triunfo." (Tagore)

Nenhum comentário:

Postar um comentário