13 de dez de 2008

Ser simples...

Como as pessoas complicam as coisas! Como é difícil ser simples!
Por que as coisas não podem ser exatamente como se apresentam?
Por que temos a tendência de ficar analisando se não há segundas intenções nas palavras e atos dos outros?
Ser simples não é ser menos que alguém, não é ser simplório. Ser simples é ser verdadeiro, é ser exatamente aquilo que somos, e não aquilo que os outros esperam que sejamos. É não usar máscaras; é não usar palavras que nem sabemos o que significa só porque achamos bonitas e elegantes; é falar exatamente aquilo que estamos sentindo, sem expressões com duplo sentido; é sermos como as crianças, sinceras e puras; é falarmos e expressarmos sinceramente aquilo que estamos sentindo.
O que eu quero? Quero simplesmente viver e deixar viver, dar “de ombros” conforme a situação, mas nunca deixar de ser companheira de verdade, amiga sincera, verdadeira irmã.
Quero ser simples, só isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário